Perseguição

Diante de uma situação tão tenebrosa pela qual passei hoje, não vi outra alternativa a não ser vir compartilhar isso com vocês.

Sei que este post deverá causar diversas reações, assim como a situação causou em mim — é claro que vivenciar é bem pior que ler.

Na verdade, seria cômico se não fosse trágico, mas chega de enrolação e vamos aos fatos.

No meio da tarde, eu estava no trabalho e resolvi descer para dar uma mijadinha ir ao toilet, e mal podia imaginar o que me esperava lá...

Ao entrar, deparei-me com a visão do inferno. Um cara barbudo, cabeludo e igualmente peludo em todo o corpo, sem camisa, em frente à pia, secando o sovaco as axilas com o papel toalha de enxugar as mãos.

O detalhe é que hoje fez um calor desumano, e, por conseguinte, o indivíduo estava extremamente suado, pingando, eu diria. Vocês podem imaginar o fedor de um ônibus cheio de pedreiros às 18h30. Aliás, acho que isso ainda seria menos desagradável que o odor de gambá em decomposição que eu senti ao adentrar o toilet.

Na maior naturalidade, ele disse: "Ah, aqui é o feminino? Achei que era o masculino". Mas o ponto é que ele não saiu! Continuou lá em seu ritual de higiene (?)

O pior de tudo é que, ao entrar, eu fiquei tão sem reação que entrei em uma das "casinhas" do banheiro e fiquei esperando ele sair, para poder, então, satisfazer minhas necessidades fisiológicas. Não consegui sequer balbuciar uma única palavra, tamanha a minha perplexidade.

E ele ficou ali por mais um tempo, exalando aquele cheiro abominável e secando a réplica de Tony Ramos que é o seu corpo.

Até fiquei me indagando se eu estava sofrendo de algum tipo de alucinação ao imaginar que havia uma plaquinha na porta diferenciando o banheiro feminino do masculino. Mas, não, realmente a sinalização é bem clara, e acredito que até meu vira-latas saberia que ali é lugar de "menina".

O pior é que aquela podridão impregnou no banheiro, e eu saí de lá desesperadamente atrás da senhora da limpeza, implorando para que jogasse álcool, água sanitária, soda cáustica, ou o que fosse preciso para tirar aquela catinga de lá.

Para variar, esse "incidente" murphyano desencadeou uma enxaqueca torturante que há algum tempo eu não tinha, e meu estômago parece fazer os movimentos de uma roupa na máquina de lavar.

Agora, alguém me explica isso? Porque eu juro que não entendi.

6 transtornados opinaram:

DESASSOSSEGADA disse...

Jean nao consigo imaginar algo pior alem de feio fedido aff que droga eu tambem tenho estomago fraco pra certos odores e minha enxaqueca da sinal de vida quando o cheiro não é agradavel.

Bjos

Dama de Cinzas disse...

Nunca passei por situação semelhante e olha que já enfrentei cada coisa bizarra na minha vida...

Meu nariz sente cheiros dez vezes mais do que os humanos sentem... ahaha... O que significa que um cheiro bom me encanta profundamente e um ruim, me desorienta...

Lamento por vc!

Beijocas

Vivi Rosada disse...

oieee
primeiro kkkkkkkkkkkkkkkkkk
pq q olhando de fora foi hilario, foi....
segundo ecaaa tenho uma suuuper memoria olfativa tanto para cheiros bons qto ruins...p mim seria péssimo guardar essa (catinga) visao do inferno...kkkkkkk

beijo
vivi

Andrea Mari disse...

que horror! detesto mal cheirosos e no banheiro feminino,asco total!EU lamento foi tu nao ter entrado no banheiro e dar de cara com um deus grego,cheiroso, dizendo ai desculpa entrei pela porta errada!hahahahah ai seu dia teria sido mais feliz...pena! bjossss

TPM Aguda disse...

DAHSOIDHOISHDOHSODHAOISDHOASD
ADHIOSDHOASHDIOASHDOASHDOHASODHOASD
AHSIODHAOSDHOIASHDOASHDOAHISODHAIOS

QUE TRASH!
O cara estava praticamente tomando banho dentro do banheiro feminino.
PQP!!!

Irmãs disse...

Olá Querida Jean, desculpe pela ausência, mas estamos aqui de volta!

Olha, eu sei que não serei a primeira a dizer isso, mas tem certas coisas que são tão absurdas que só podiam acontecer com você! risos.

Beijão!

Sah

Sou sempre eu mesma, mas não sou sempre a mesma!.
 
Copyright 2009 tRaNstoRno muLTipoLaR All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes